Tríduo – Santo Antônio Maria Claret – 3º Dia

Hoje convidamos você para fazer o terceiro dia do Tríduo em Memória a Santo Antônio Claret

 

 

 

Terceiro dia:

MISSIONÁRIO IMPELIDO PELA CARIDADE

Introdução:
Santo Antônio Maria Claret sentiu-se chamado fortemente pelo Espírito Santo para se consagrar a Cristo e pregar o Evangelho. Fez uma síntese perfeita entre missão e vida evangélica. Viveu totalmente a missão como sua maneira própria de se entregar a Deus, de viver unido a Cristo e à Igreja. E na missão descobriu a necessidade de viver evangelicamente imitando em tudo a vida do Senhor e dos Apóstolos, inteiramente desprendido de si e entregue ao anúncio do Evangelho.

Oração Inicial:
Comunicai-nos, Senhor, o espírito que concedestes ao nosso Pai, Santo Antônio Maria Claret, para que com o dom da vossa graça enriqueçamos a vida da Igreja e façamos mais fecunda sua missão no mundo. Por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.

  • Ser missionário implica ter clara consciência de ser enviado. É uma graça que se recebe, e quando se trabalha, não é por própria iniciativa, mas por obediência a quem envia. Como o Pai enviou Jesus, Jesus enviou os Apóstolos. A missão que Jesus recebeu do Pai é a que Ele também confia aos Apóstolos. O fruto da missão não se pode atribuir ao enviado; é o Senhor quem dá o fruto.

Leitura Bíblica:
1 Cor 3, 5-9; 4, 1-2.6-7

Após a Leitura:

Que os homens nos considerem, pois, como simples operários de Cristo e administradores dos mistérios de Deus.

Salmo Responsorial 36 [37], 3-6, 29s

Espera no senhor e faze o bem;
Habitarás a terra em plena segurança.
Põe tuas delícias no Senhor,
e os desejos do teu coração ele atenderá.

– A salvação dos justos vem do Senhor.

Confia ao Senhor a tua sorte,
espera nele, e ele agirá.
Como a luz fará brilhar a tua justiça;
e como o sol do meio dia, o teu direito.

– A salvação dos justos vem do Senhor.

Os justos possuirão a terra,
e a habitarão eternamente.
A boca do justo fala sabedoria
e a sua língua exprime a justiça.

– A salvação dos justos vem do Senhor.

Leitura Claretiana

  • Santo Antônio Maria Claret, missionário por vocação e por convicção, entende como algo fundamental o ser enviado por seus superiores para ter garantia de que não age senão por obediência a Deus.

Leitor: Não poucas vezes, os Bispos de outras dioceses pediam ao meu Bispo para que fosse missionar em suas dioceses, e este condescendia e eu ia, porque tinha por máxima inalterável de não ir jamais pregar em nenhuma paróquia, nem diocese, sem a ordem expressa de meu Bispo, por duas razões muito poderosas: uma, porque assim me deixava conduzir pela virtude da santa obediência, virtude que o Senhor no momento premia; de tanto que Ele gosta. Assim sabia que fazia a vontade de Deus, porque era Ele quem me enviava e não meu desejo, e além disso via claramente a bênção de Deus pelo fruto que se fazia. A segunda razão era de conveniência, porque como me pediam de todas as partes com grande insistência, e eu os satisfazia só com estas palavras: Se o Bispo me mandar, eu irei de bom grado. E assim me deixavam em paz, e com o Bispo se entendiam, e ele me enviava a mim.
Aprendi que o missionário jamais deve se intrometer; deve oferecer-se ao Bispo; deve dizer: Eis-me aqui, Enviai-me, mas não deve ir sem que o Bispo o envie, que será enviado do mesmo Deus. Todos os profetas do Antigo Testamento foram enviados por Deus. O mesmo Jesus Cristo foi enviado de Deus, e Jesus enviou seus Apóstolos. Assim como fui enviado do Pai, eu vos envio (Aut 194-195).

 

Momento de silêncio para interiorização.

Preces:

Dai-nos, Senhor, as disposições necessárias para poder ser enviado para onde for necessário.
-Fazei-nos, Senhor, ministros idôneos da vossa Palavra.

Dai-nos, Senhor, a confiança necessária para exercer em vosso nome o ministério que nos for encomendado pela Congregação.
-Fazei-nos, Senhor, ministros idôneos da vossa Palavra.

Dai-nos, Senhor, a graça de nos entregarmos a Maria, formadora de apóstolos, para dar a conhecer ao mundo vosso nome e propagar o Reino dos céus por toda a terra.
-Fazei-nos, Senhor, ministros idôneos da vossa Palavra.

Oração Final:

Dai-nos, Senhor, a fé que inflamou os Profetas, os Apóstolos e os Mártires, para que sejamos capazes de abraçar com ânimo alegre a pobreza, a abnegação e o sacrifício para dilatar o Reino de Cristo, que vive e reina, com o Pai, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Santo Antônio Maria Claret, rogai por nós.

Sobre o autor

Paróquia Imaculado Coração de Maria

pcormaria@pcormaria.com Avenida Getúlio Vargas, 1193 - Rebouças - Curitiba/PR (41) 3224.9574 - Secretaria Paroquial

2 Comentários

  • Sirlei Terezinha Bittencour

    Sempre tão solicita e competente, com uma fé inabalável! Deus, Imaculada Coração de Maria e Santo Antônio Maria Claret te proteja sempre Danubia! Sou tua admiradora

    • 15:40 - 23/10/2018

    • Danúbia Ravena

      Sirlei, obrigada pelo carinho. Espero continuar com o trabalho sempre! E com certeza, conto com a proteção de Claret. E que Ele esteja sempre olhando por nós, pela nossa paróquia, e pela nossas pastorais. Amém!!!

      • 21:56 - 23/10/2018

Deixe um Comentário